Entenda a importância da meditação para o dia a dia

//Entenda a importância da meditação para o dia a dia

Entenda a importância da meditação para o dia a dia

Tem muita gente que acha que meditação é coisa para monges ou pessoas muitíssimo espiritualizadas e que vivem em locais isolados, calmos e tranquilos. Na verdade, não tem nada disso. Meditação é uma técnica muito bem-vinda para a vida de qualquer pessoa que queira se desligar um pouco da correria do cotidiano e do estado de “piloto automático” em que vive a mente. É muito provável que você se pegue em algum momento do dia completamente disperso, distraído e pensando em uma coisa atrás da outra.

Muita gente não sabe, mas essa agitação mental constante provoca estresse, ansiedade e, dependo do estado emocional, pode levar a estados de depressão. A meditação, além de ajudar na prevenção e no tratamento dessas doenças, pode trazer grandes benefícios para quem a pratica. Então, que tal entender melhor a importância da meditação para o dia a dia? Acompanhe com a gente!

Diminui estresse, raiva e irritação

O estresse é um problema que pode atrapalhar muito a nossa vida. Afinal, ele promove estados de raiva e irritação que prejudicam os relacionamentos, a vida profissional e a saúde. No aspecto fisiológico, o estresse está relacionado a um aumento da produção de hormônios como o cortisol e a adrenalina.

Essa alteração na produção hormonal foi observada por pesquisadores do Davis Center for Mind and Brain da Universidade da Califórnia. Antes e depois de um grupo de voluntários meditar, os pesquisadores analisaram o nível dos hormônios adrenalina, cortisol e endorfinas. O que ficou comprovado é que há uma redução dos hormônios do estresse com a meditação. Os níveis de cortisol chegaram a baixar 67% num estudo feito com enfermeiras que sofriam de estresse pós-traumática e passaram a meditar.

Ajuda a ficar mais presente, menos disperso e mais concentrado

Atualmente, é cada vez mais comum ouvir falar em crianças e, até mesmo, adultos que sofrem de déficit de atenção. Cresce cada vez mais a quantidade de pessoas que fazem uso de medicamentos para promover foco e concentração. A meditação, comprovadamente, pode ser uma maneira simples, prática e eficiente para melhorar a concentração. Pesquisadores de Harvard, Yale e MIT, utilizaram scanners de cérebro e verificaram que as áreas do cérebro responsáveis pela memória e pela atenção chegam a ficar mais densas quando se medita.

Além disso, é comum que a agitação mental constante provoque angústia e estresse. Como a meditação ajuda na concentração e no alcance do equilíbrio , o cotidiano fica mais tranquilo e menos sofrido. É possível que sair do estado de piloto automático e ficar mais conectado ao momento presente.

Equilibra as emoções: trata e previne a depressão e a ansiedade

Um dos benefícios mais associados à prática de meditação é a redução da ansiedade, um distúrbio que atrapalha o cotidiano de muitas pessoas e que traz grande sofrimento. Pesquisas demonstram a meditação reduz a atividade da amígdala, região do cérebro responsável por regular as emoções. Assim, o nível de ansiedade, nos estudos, chegou a cair 39% entre os participantes.  

Outra prova de que a meditação controla as emoções foi que a Universidade da Califórnia conseguiu reduzir os casos de depressão entre 20 idosos com um simples programa de oito semanas de relaxamento, meia hora por dia. Outro estudo aprofundou mais as análises, e percebeu que a densidade dos axônios de pessoas que começaram a meditar era maior, promovendo mais capacidade de realizar conexões cerebrais. Afinal, quanto maior essa densidade, menor a probabilidade de incidência de distúrbios psicológicos.

O psicólogo Michael Posner e o neurocientista e professor da Universidade de Tecnologia do Texas Yi-Yuan Tang disse que: “a quantidade de conexões cerebrais está diretamente relacionada à saúde mental. Nesse sentido, podemos afirmar que a meditação é um exercício para a mente, excelente para deixá-la mais musculosa e prevenir doenças”.

Relaxa e melhora a qualidade do sono

A meditação ajuda a atingir níveis de atividade elétrica cerebrais mais baixas, em ondas alfa, teta e, meditadores experientes, atingem até a onda delta. Isso ajuda a induzir o estado de calma e relaxamento. Se praticada durante o dia ou mesmo antes de dormir, a meditação pode induzir o sono, reduzindo quadros de insônia.

Um estudo realizado em 2008 pelo Northwestern Memorial Hospital de Illinois reuniu cinco pessoas, com 25 a 45 anos que estavam sofrendo de insônia crônica. Os participantes praticaram a meditação durante dois meses. Depois desse tempo, passaram a dormir duas horas a mais por dia e alcançaram níveis de sono REM mais próximos do considerado saudável. Dormir melhor permite que no dia a dia tenhamos mais ânimo e deposição para diversas atividades.

Enfim, melhora e modifica o corpo, a energia e a mente

O tempo de meditação influencia as mudanças que ocorrem a nível físico, mental e energético. Veja a seguir:

  • 3 a 7 minutos de meditação afetam o campo eletromagnético, a circulação e a estabilidade do sangue;
  • 11 minutos de meditação começam a modificar o sistema nervoso e o sistema glandular, especificamente a glândula pituitária;
  • 22 minutos de meditação equilibram as três mentes (positiva, negativa e neutra) e elas começam a colaborar conjuntamente;
  • 31 minutos de meditação permitem que as glândulas, a respiração e a concentração afetem todas as células e ritmos do corpo. Deixa a psique da meditação afetar os 3 Gunas, os Tattvas, e todas as camadas das projeções da mente. Após este tempo, toda sua mente e todos os elementos internos do corpo são afetados;
  • 62 minutos de meditação modificam a matéria cinzenta do cérebro. Os subconscientes ‘mente de sombra’ e a projeção exterior serão integrados;
  • 2 horas e meia de meditação mantêm as mudanças da mente durante todo o dia.

É importante treinar para colher os benefícios

Se você começar a correr num dia, é provável que não vencerá uma maratona no dia seguinte. Se você quiser vencer ou mesmo estar apto a competir, deve treinar bastante, certo? Com a meditação, acontece o mesmo. Para colher os benefícios, você precisará praticar pelo menos um pouco a cada dia. Como vimos, a partir de 3 minutos, já são sentidos os benefícios e, quanto mais tempo, maiores são os benefícios. Contudo, pode-se começar aos poucos.

E aí, já animou começar a meditar? Que tal meditar com a gente aqui no Luz Diamante? Temos meditações gratuitas e abertas ao público toda quinta. Vem meditar com a gente!

Já medita? Então nos conte um pouco da sua experiência aí nos comentários!

2016-10-19T20:33:40+00:00 agosto 9th, 2016|0 Comentários